Experiências no TomorrowLand Brasil vão além da música


No último final de semana, a Fazenda Maeda, em Itu (SP), recebeu a primeira edição do Tomorroland Brasil, uma representação inédita do maior festival de música eletrônica do Mundo, o belga TomorrowLand Word.

IMG_2523

Público participa de experiência gastronômica no Tomorrowland Brasil.

 

Para celebrar a parceria e o intercâmbio entre as duas culturas, o festival propôs ao público uma experiência gastronômica, com um cardápio elaborado exclusivamente para a festa pelos chefs Vinícius Rojo (Brasil) e Sergio Herman (Bélgica). A refeição completa (entrada / prato principal / sobremesa / taça de espumante) custou R$ 120,00 e o voucher precisava ser comprado com antecedência.

 

O Detetive Culinário, Cauê Paciornik, foi conferir a experiência e aproveitou pra bater um papo com o chef belga, Sergio Herman, responsável pela criação da sobremesa.

 

Detetive Culinário: Como foi trazer a atmosfera do Tomorrowland para a Gastronomia?

Sergio Herman: A nossa ideia foi fazer um mix dos sabores do nosso país com sabores aqui do Brasil. Então trouxemos o chocolate belga e iogurte berry e daqui do Brasil usamos o açaí.

DC: Sua equipe inteira veio da Bélgica?

SH: Sim! Nós temos um restaurante na Antuerpia ( The Jane Restaurant) e já cozinhamos algo especial no Tomorrowland da Bélgica todo ano. Por isso fomos convidados pra fazer algo especial no Tomorrowland aqui.

IMG_2546 (1)

Cauê entrevista o chef belga, Sergio Herman. Foto: Caio Coutinho

DC: E como está sendo a experiência aqui? O Tomorrowland daqui está sendo igual o da Bélgica?

SH: a Atmosfera aqui é otima, é o mesmo que estar em um parque de diversões. É possível vir aqui e aproveitar o dia no parque! Achei aqui mais criativo do que na Bélgica! Realmente gostei.

DC: Então você gosta de música eletrônica…

SH: Sim! Ontem a noite nos vimos Jamie Jones e Guy Gerber. Hoje ainda não sei, mas quero ver o Adriatique.

  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe seu comentário